Rottweiler

 

div.png

O Rottweiler é um cão forte, robusto e atlético que causa admiração entre os que o conhecem e temor entre os que não o conhecem.

O Rottweiler tem um temperamento calmo e tranquilo. É atento, obediente, valente, seguro, confiável e leal com os seus. Por isso é fácil treiná-lo e ele se ajusta bem aos diferentes estilos de adestramento canino.

Por ser uma raça versátil e inteligente, pode ser treinado para a proteção de uma família ou de uma casa, é obediente, podendo ser um cão policial, de terapia, de assistência e, inclusive, de busca e resgate, embora com essa última característica, ele não seja muito conveniente, porque as vítimas podem se assustar quando o virem. Eles são flexíveis e têm muita estabilidade emocional.
A fidelidade e o amor ao seu proprietário são, também, alguns dos fatores que mais contribuem para a fama de bom cão de guarda do Rottweiler, já que o seu nível de defesa pode se tornar ainda maior quando o animal possui uma conexão mais profunda e de afeto com o seu “objeto” de proteção.
De acordo com o site da American Kennel Club (AKC), o rottweiler só late quando necessário. Por exemplo, como é um cão de guarda, tem tendência a latir quando sente a aproximação de algum perigo. No geral, é um cão silencioso.

 

 

 

 

 

Expectativa de vida: de 9 a 12 anos

Origem: Alemanha

Personalidade: Firme, Boa natureza, Destemido, Dedicado, Alerta, Obediente, Confiante, Seguro de si mesmo, Calmo, Corajoso

Peso: Feminino: 35–48 kg, Macho: 50–60 kg

Altura: Feminino: 56–63 cm, Macho: 61–69 cm

Cores: Preto, Azul, Mahogany

Posição no ranking de inteligência: 9ª posição

rottweiler doghouse.jpg
doghousefilhotes rottweiler.jpg
Dog house Rottweiler.jpg

Curiosidades

 

 

O atual Rottweiler é originário da Alemanha, mas seus antepassados se remontam até o Império Romano, quando eles eram usados como cães de proteção e para conduzir o gado.

Quando os romanos chegaram à Alemanha, na região de Rottweil, eles cruzaram seus cães com cães nativos do lugar; o resultado do cruzamento ficou conhecido como “cães açougueiros de Rottweiler” e eram usados para ajudar os açougueiros locais durante o abate das cabeças de gado, sobretudo com as vacas e touros maiores.

Dizem que os açougueiros guardavam seu dinheiro em uma bolsa pendurada no pescoço do Rottweiler, para garantir que seu dinheiro estaria protegido.